Novo plano de recuperação do Jequitibá com 500 anos de Eugênio de Melo

Compartilhe:

A prefeitura de São José dos Campos vai intensificar o trabalho de recuperação do jequitibá-rosa do distrito de Eugênio de Melo, na zona leste da cidade.

Foto: PMSJC

O novo plano de ações foi definido nesta quinta-feira (4) após vistoria técnica realizada por funcionários da Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade. Trata-se de uma parceria entre a Prefeitura e o Instituto Florestal de São Paulo. Um relatório será apresentado na próxima semana contendo o diagnóstico atual e o detalhamento das medidas que serão adotadas nos próximos meses para revitalização do jequitibá, árvore símbolo de São José e que tem cerca de 500 anos.

Após ser alvo de incêndio em 11 de abril do ano passado, o jequitibá tem recebido tratamento intensivo da Prefeitura por meio de um sistema especial de monitoramento constante da árvore, com visitas técnicas semanais para acompanhar a resposta fisiológica e identificar com mais rapidez a necessidade de eventuais ações emergenciais.

As sessões de adubação química e de aplicação de fungicidas e inseticidas para o controle de pragas e doenças, que serão repetidas neste mês, já contribuíram para garantir o aumento do volume de folhas. Nota-se ainda que a resposta ao tratamento é positiva pela coloração de sua folhagem.

As duas frentes de atuação se complementam e têm como objetivo atuar no controle fitossanitário, além de revigorar a copa da árvore e repor os nutrientes.

Tronco reforçado

A principal finalidade do novo plano de ações é reforçar a estrutura do jequitibá e melhorar sua estabilidade.

Uma das principais medidas será a realização de uma dendrocirurgia, conhecida técnica de recuperação de árvores através da eliminação de tecidos necrosados, especialmente na região do tronco, com a posterior desinfecção com substâncias adequadas.

O preenchimento do tronco será feito com concreto e uma espuma expansiva. Com o tempo, espera-se que a regeneração do tecido vivo recobra estes materiais, formando uma nova casca protetora.

Também serão executados os serviços de limpeza e poda, estimulando o crescimento de novos galhos no entorno do jequitibá, o que contribuirá para o equilíbrio da árvore.

Com este mesmo objetivo, serão plantadas árvores no entorno do jequitibá para amenizar os efeitos do vento sobre o espécime centenário, preservado pelo patrimônio histórico.

Recuperação

Após o incêndio no dia 11 de abril, já foram plantadas 12 árvores no entorno do jequitibá-rosa. São elas: 4 ipês-rosas, 2 ipês-brancos, 2 jequitibás-rosas, 2 mirindibas e 2 sibipirunas.

Desde 2006, está em execução um plano de recuperação do jequitibá-rosa de Eugênio de Melo, esforços justificados pelo valor inestimável desta árvore.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *